25 de Novembro – Dia do Doador de Sangue

Doar sangue é um ato de amor. Não espere alguém que você ama precisar: torne-se um doador voluntário

Todos os dias acidentes, cirurgias e tratamentos médicos precisam de transfusões de sangue. E sangue não pode ser produzido em laboratórios, sinteticamente. A única forma de recebermos sangue é por doação.

Vantagens de ser um doador

 

Além do sentimento de ajudar e de sentir a gratidão de quem recebe, doar seu sangue pode ser também uma forma de fazer vários exames de uma única vez. Quando você doa, seu sangue é submetido a todos os exames disponíveis. E, caso detectem alguma doença, você será comunicado.

Outra vantagem é a renovação do seu sangue. O sangue doado não ultrapassa 10% do volume em circulação no corpo e essa quantidade é reposta rapidamente;

Para quem ainda quer mais vantagens, todo doador de sangue ganha um dia de folga no trabalho. E há um projeto em análise no Congresso Nacional, onde o fato de ser doador de sangue seria critério de desempate nos concursos públicos.

O que acontece com o sangue que doamos?

O sangue que doamos é fracionado em componentes sanguíneos (concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas e plasma). Cada uma das bolsas com esses concentrados é liberado para uso somente após o resultado dos exames. Uma única doação pode beneficiar até 4 pacientes.

Quem pode e quem não pode doar

Homens e mulheres, entre 18 e 69 anos e com mais de 50kg estão na lista dos que podem, com as seguintes exceções:

– Quem tem ou teve hepatite após 11 anos de idade;

– Quem tem ou teve hanseníase;

– Quem tem ou teve hipertireoidismo ou tireoidite de Hashimoto;

– Quem tem ou teve doença de chagas;

– Portadores do HIV;

– Quem tem ou teve câncer;

Vale ressaltar que quem usa ou usou drogas nos últimos 12 meses, manteve relações sexuais de risco ou quem fez tatuagem ou piercing deve esperar de 6 meses a um ano para realizar a doação.

O mesmo vale para mulheres grávidas, que pariram ou que estão amamentando. Tem que esperar.

 

 

No dia da doação

Durma bem e se alimente (não faça jejum). Evite o consumo de bebidas alcoólicas nas 12h que antecedem e o consumo de alimentos gordurosos nas 4h que antecedem sua doação.

 

2020-10-25T17:00:17-03:00 24/11/2014|BEM-ESTAR, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário