Autocuidado – Como você ensina isso para seus filhos?

Não é de hoje que repetimos que a criança aprende pelo exemplo. Frases do tipo “faça o que eu falo mas não faça o que eu faço” nunca funcionaram na prática. E na questão da saúde e do autocuidado o exemplo vale mais que mil palavras.

<<Leia também: Alimentação saudável também é boa para saúde mental>>

Dra Ana Lucia Dias Paulo explica que atitudes simples e corriqueiras, tanto física como emocionais, porém importantes para o nosso organismo entram nas tarefas diárias do autocuidado. “Em geral, o autocuidado, nos é ensinado desde a infância, pelos nossos pais, nossa família”, explica Dra. Ana.

Autocuidado – quais os hábitos que ensinamos para nossos filhos?

  • Tomar banho diariamente:

Ainda que seja um ato corriqueiro, ensinar uma criança a tomar banho vai além do exemplo. Meninas e meninos devem ter hábitos distintos, principalmente na higiene intima. A criança deve ser estimulada a autonomia, porém fiscalizada para que a higiene seja bem-feita.

  • Trocar de roupa diariamente:

Outro hábito que nem nos damos conta, mas que a criança deve ser estimulada e orientada. Nessa fase em que a criança começa a ter mais autonomia, é comum vermos escolhas inusitadas de combinações de peças de roupas. Vale ressaltar a necessidade de orientação dos pais ou responsáveis com os filhos.

  • Escovar os dentes:

Esse é um hábito que a criança deve ter desde o nascimento dos primeiros dentinhos. É importante que os pais ou responsáveis procurem o apoio de um profissional dentista. A criança que tem seus dentes escovados até ter autonomia para fazer sozinha, além de ver os hábitos dos pais ou responsáveis, entende que essa ação é importante para sua saúde.

  • Higienização das mãos:

Não apenas pela pandemia, mas as mãos devem ser higienizadas, principalmente antes das refeições e após o uso do banheiro.

  • Hábitos de leitura:

Quando lemos para uma criança, incentivamos nelas a vontade de ler. Trabalhamos a criatividade e a fantasia na criança. Mas nada disso adianta se estamos com a cara na tela do celular o tempo todo. Isso vai fazer com que a criança, assim que tiver idade, repita os hábitos de estar o tempo todo com a cara na tela do celular.

  • Meditações e fé:

Meditação é um momento de entrar em conexão consigo. Se as famílias conseguem mostrar a importância desse hábito para as crianças, está contribuindo para a saúde mental atual e futura da criança. A fé é também ensinada pelo exemplo. 

Veja o Vídeo da Dra. Ana Lucia Dias Paulo sobre Autocuidado.

2022-03-09T12:41:54-03:00 17/03/2022|BEM-ESTAR, CRIANÇAS, DICAS|0 Comentários

Deixar Um Comentário