Icterícia em recém-nascidos

O bebê está com a pele em tom amarelado e a parte branca dos olhos da mesma cor. É grave? Para que você tenha toda a precaução necessária, o blog Homeopatia e Saúde levantou mais informações sobre essas características, geralmente comuns em recém-nascidos.

Primeiramente, muita calma nessa hora. Essa alteração pode ser icterícia, responsável pelo aumento de um pigmento no sangue. Essa substância é produzida pelo próprio organismo e é denominada bilirrubina. Como o recém-nascido ainda não tem a função hepática amadurecida por completo, essa substância fica em excesso no sangue e ocasiona a aparência amarelada. É normal? Pesquisas mostram que a icterícia aparece em aproximadamente 60% dos bebês.similia

Essa situação pode se manifestar também em outra circunstância, como por exemplo quando o tipo sanguíneo de mãe e filho não for compatível. O corpo a partir dessa divergência passa a destruir com mais rapidez os glóbulos vermelhos e, conforme esse rompimento ocorre, há a concentração do pigmento, sobrecarregando consequentemente o fígado.

A parte positiva é que não existem sintomas adicionais e a icterícia não oferece riscos preocupantes para a criança – desde que seja identificada tão logo percebida e tratada. Mas quando é que essa doença aparece? Posso confundir outras enfermidades com a icterícia? Quais os exames necessários para diagnosticar? E o tratamento?

De forma geral, como lidar com a icterícia neonatal? O blog Homeopatia e Saúde buscou e encontrou um artigo para explicar sobre o assunto e sanar todas as suas dúvidas! Clique aqui e saiba mais: http://goo.gl/njZnDy

2016-03-25T08:00:30-03:00 25/03/2016|BEM-ESTAR, CRIANÇAS, DICAS, SAÚDE|1 Comentário

Um Comentário

  1. […] devem ser expostos ao sol, logo no primeiro dia de vida, principalmente os que apresentam icterícia neonatal”, explica Dra. […]

Deixar Um Comentário