Médico defende que não se pode obrigar os filhos a comer

Pediatra defende que os pais não devem obrigar os filhos a comer. É sobre esse assunto que o médico espanhol Carlos Gonzáles aborda no livro “Meu Filho Não Come”, da editora Timo. Para se aprofundar mais no tema, o blog Homeopatia e Saúde pesquisou a respeito e encontrou um material rico em informações sobre esta afirmação defendida pelo pediatra. O blog faz parte da Clínica Similia, comandada pelos médicos Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Na obra de 224 páginas, o autor pontua que os pais criam muitas expectativas frente ao comportamento dos filhos e acabam achando que as crianças comem pouco, o que na realidade não procede. O médico defende que toda criança ingere exatamente aquilo que necessita, a não ser em casos que esteja doente.

A postura de Gonzáles divide opiniões. Ele defende também que os pais devem permitir que os filhos fiquem no colo o tempo que for necessário e durmam na mesma cama dos pais o quanto achar que devem. Quando o assunto é alimentação, o equívoco maior cometido pelos pais é o de obrigar os filhos a comer, além de prometer prêmios ou convencê-los a ingerir todos os alimentos postos no prato a partir de ameaças de castigos ou chantagem emocional.

O blog Homeopatia e Saúde buscou uma entrevista que o espanhol concedeu quando veio ao Brasil divulgar o livro. Se quiser continuar lendo sobre este assunto, clique aqui.

2017-03-01T08:00:03-03:00 01/03/2017|CRIANÇAS, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário