Os medicamentos homeopáticos são muito caros?

Absolutamente. Ocorre que o custo operacional de uma farmácia que segue todas as normas preconizadas e que tenha pessoas capacitadas trabalhando é muito alto. Diferentemente das multinacionais que fabricam os medicamentos alopáticos, onde o custo é diluído na quantidade produzida, a venda dos produtos homeopáticos ainda é muito reduzida em relação ao universo de pessoas consumidoras de medicamentos. Assim, aparentemente, em alguns casos eles poderão parecer caros. O lucro, contudo, se é que podemos chamar assim, é compatível somente com a sobrevivência digna dos que trabalham honestamente, pagando os altos impostos brasileiros. Mais caro seria se não pudéssemos contar com os medicamentos necessários para o tratamento daqueles que nos procuram. Com que freqüência deve-se tomar o medicamento? Isso varia de paciente para paciente. Dependendo da gravidade e intensidade dos sintomas, desde doses únicas, já comentadas, até muitas doses por dia. O que deve-se ter em conta é que o importante não é o horário preciso entre as tomadas, mas sim a freqüência de uso, visto a atuação ser baseada em estímulos energéticos: quanto mais freqüente, maior a capacitação para reagir à doença. E quanto aos intervalos de tomada? Esta questão certamente será adequadamente explicada por seu médico, e dependerá da gravidade da doença. Deve-se acordar o paciente que está dormindo para medicá-lo? Não. Se o paciente estiver sendo adequadamente medicado, ao dormir seus mecanismos naturais de cura estarão atuando. Deve-se certificar, contudo, se é sono natural ou sonolência patológica devida ao comprometimento do sistema nervoso central. Em caso de dúvida, convém realizar uma avaliação médica. A ingestão de alimentos interfere na ação medicamentosa? Nos casos crônicos, para fazer uso da medicação é recomendável esperar ao menos 60 minutos antes e depois das refeições. Nos casos agudos, onde a premência da resposta do organismo é muito mais necessária e a freqüência de uso muito maior, deve-se dar o intervalo de 15 minutos antes e depois das refeições.