Socorro, meu filho não quer comer!

Pesadelo de todos os pais, a má alimentação das crianças é reflexo dos maus hábitos alimentares dos pais. 

O seu filho comia de tudo, dava gosto de ver, até que aos 2…3 anos: boom! Rejeita todos os alimentos que você oferece, faz intermináveis ‘greves de fome’, literalmente tranca a boca. Saiba que todos os pais passam por esta fase – a fase de inapetência –  e que é até natural que por volta desta idade seu filho perca o interesse pela hora da refeição. Isso acontece, principalmente, por que nesta idade a criança está muito mais interessada em explorar o mundo do que em comer.

Porém, como a alimentação é uma questão de hábito, é fundamental que os pais e familiares estabeleçam uma rotina alimentar e ofereçam alimentos nutritivos e saudáveis para que a criança não sofra com a má alimentação nesta fase, carregando os maus hábitos para a vida. Mudanças simples fazem toda a diferença.meu filho não quer comer

Desligue a TV

A hora da refeição é sagrada. Estabelecer uma rotina com horários, sentar-se a mesa e fazer da refeição um momento tranquilo livre de interferências – desligue a TV, rádio, telefones e celulares ou quaisquer outro eletrônico que possa atrapalhar – podem ajudar nessa batalha na busca por bons hábitos para os pequenos e também para os pais.

Você é o que você come

Não adianta querer que seu filho coma de tudo se você mesmo não o faz! O que vemos são crianças se adaptando aos maus hábitos alimentares dos pais. Afinal de contas, a criança não tem autonomia para escolher suas refeições, esta é uma tarefa dos pais. Olhe para o seu prato: o que você come?
Segundo a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) apenas 4% das crianças comem 5 porções (a quantidade recomendada) de frutas, verduras e legumes por dia. Isso por que, apenas 3,5% dos pais possuem esse hábito também.

Como vencer?

Segundo a Pediatra Homeopata Dra. Ana Lucia Dias Paulo, o prato bonito  (no sentido de lúdico), colorido, bem elaborado, torna a refeição convidativa. Opte por vegetais diferentes, folhas e proteínas magras. Lembre-se que uma criança come pequenas quantidades, portanto não force seu filho a comer. Se você ver que a fase está se prolongando, procure um especialista.

 

2014-03-20T18:39:41-03:00 20/03/2014|DICAS, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário