Tapioca – Verdades e mentiras

Queridinha das notícias e receitas de dieta atualmente, a tapioca pode ser servida no café da manhã, almoço, lanche da tarde, pré-treino, jantar e até como sobremesa! O Blog Homeopatia e Saúde, uma publicação da Clínica Similia – Homeopatia de qualidade em São Paulo – Região da Av. Paulista, vinculada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, foi buscar informações sobre essa delícia.

A tapioca é feita a partir da fécula de mandioca, que é aquecida na frigideira e derrete um pouco, formando uma casca que pode ser utilizada como um crepe. O principal macronutriente presente na tapioca é o carboidrato. Este alimento tipicamente brasileiro está em destaque nos últimos anos por não conter glúten. Assim, a tapioca tem sido muito utilizada como substituta do clássico pãozinho.

Tanto a tapioca como o pão branco têm alto índice glicêmico, o que significa que ao serem digeridos no nosso organismo, são absorvidos rapidamente. Além disso, são pobres em micronutrientes (vitaminas e minerais). Porém, para conseguir um melhor valor nutricional, é possível adicionar semente de chia ou linhaça durante o preparo da tapioca.

tapioca-1000x560-545x306Não contém glúten

O glúten é uma proteína encontrada junto com o amido em cereais como o trigo, centeio, cevada e malte. Assim, todos os alimentos derivados destes cereais, como o pão francês, possuem glúten. Apesar de muitas pessoas acreditarem que o glúten favorece o ganho de peso, isto não é verdade.

 

Benefícios da tapioca

O principal benefício da tapioca é ser uma fonte rápida e prática de energia para o organismo. Assim, ela é boa para quem acabou de realizar uma atividade física intensa, pois fornece com velocidade a energia que havia sido perdida. Também é uma ótima alternativa para pessoas que tem intolerância ao glúten, já que não possui esta substância.

2016-11-28T08:00:24-02:00 28/11/2016|BEM-ESTAR, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário