Alergia – Um estilo de Vida

Quem é alérgico já sabe: existe lugares e situações “proibidos”. Entrar num “sebo” para procurar um livro raro é vetado. Gosta de teatro? Tudo bem, mas nem pense em assistir àquela peça que passa num teatro alternativo cujas cortinas estão há anos sem ver água. Viajar para a casa da prima, no sítio ou na praia, que fica fechada boa parte do ano então, só se alguém for antes e fizer uma faxina poderosa, para que você possa respirar.

Se identificou com algo da introdução? Alergia é um estilo de vida meu caro. Mas nem todo mundo entende o que é “alergia”. A palavra deriva do grego – allos (estado alterado) e ergon (reagir a algo). Quer dizer que todas as vezes que o organismo humano recebe um estimulo estranho ele reage com mais ou menos violência.

images (2)

A Pediatra Homeopata da Clínica Similia – Dra. Ana Lucia Dias Paulo,  explica que podemos observar uma gama enorme de causas e pessoas que se dizem alérgicas, ou seja, reagentes à algum estimulo.

“Esses agentes causadores das reações no organismo, podem ser de natureza ambiental ou até mesmo alimentares, e há tempos que se trava verdadeiras batalhas contra estes inimigos ocultos, mas o que realmente se observa são agentes e indivíduos cada vez mais sensibilizados”, esclarece Dra. Ana Lucia.

A alergia é uma defesa do organismo. Quando estimulado com algo “estranho” (ambiental ou alimentar, como explicado pela Dra. Ana Lucia) o organismo reage colocando o “exército” de células em alerta.

“No organismo humano, em geral, a reação é um estimulo as células de defesa. Geralmente essas células, chamadas “tipo T”, provocam reações de aumento local (inchaço) por retenção de líquidos ou descamação tecidual, como no caso de mucosa do nariz e até mesmo dos pulmões”, exemplifica Dra. Ana Lucia.

images

Se afaste do que te faz mal!

Nem sempre afastando-se do agente que causa a alergia desaparece os sintomas. Muitas vezes o organismo reage com mais violência à ausência do agente causador.

A algumas semanas um texto, em tom de piada, publicado no jornal “Estado de São Paulo”, brincava com a alergia do repórter: Sim, queria falar um pouquinho sobre essa coisinha que só os alérgicos entendem. Essa coisa que aparece em todas as estações do ano e com a qual você tem de aprender a conviver: a alergia. Tempo seco demais? Ela bate na sua porta. Tempo muito úmido? Ela nunca falta. Muito frio? Ela chega e fica. Verão? Vem tímida, mas aparece. E, nessas condições, só os alérgicos se entendem. Quem passa pela vida sem estar acostumado com o “tradicional espirrinho de manhã” não sabe do que falo.”

Mesmo brincando, a repórter Marilia Neustein conta como algo comum à vida de quem tem alergias respiratórias. Não é o frio, calor, tempo seco ou úmido que faz a alergia atacar.

“Uma reação puramente física, de simples ação e reação. Ao primeiro contato do organismo sensível com o agente causal as células tipo T reagem. Porém nos seguintes contatos com estes estímulos, as reações do organismo podem ficar cada vez mais intensas. Muitas vezes até mesmo violentas”, revela a doutora.

Você é a soma dos seus ancestrais

flores-para-pessoas-alergicas-dicas-e-cuidados-com-polen-5

Para a doutora a capacidade de reação pode depender de cada organismo, e essas reações são baseadas no seu código familiar, de quanto herdou de história familiar de caráter alérgico e como seus ascendentes viveram, se alimentaram ou de como foram tratados, se é que foram.

A doutora Ana Lucia explica que algumas doenças existentes no mundo afora, como Tuberculose ou a sífilis, que fizeram muitas vítimas no século XVIII, podem ser tomadas como base na transmissão de um caráter alérgico de maior ou menor grau no individuo, em pelo menos 4 gerações seguintes a ele.

Homeopatia e as Alergias

Sendo assim, a doutora aconselha, que atitudes puramente externas, como exterminar bichinhos de pelúcia, tapetes, cortinas do quarto da pessoa alérgica podem surtir efeito, mas que são efeitos temporários, assim como retirar da alimentação os agentes causadores da reação, no caso de alergias alimentares.

“A homeopatia, é uma ciência médica que visa analisar o indivíduo como um todo, suas características físicas e principalmente as emocionais, como as possíveis causas da reação exacerbada do organismo e não apenas os transtornos patológicos isoladamente que o afetam. Ela é perfeitamente ajustada e indicada aos transtornos alérgicos das diferentes naturezas, sejam externas como as manifestações alérgicas na pele, cujo entendimento homeopático é bem mais amplo que na medicina clássica, bem como nas manifestações mais internas como as bronquites, gripes, sinusites e otites de repetição e as de ordem digestiva como as gastrites ou até mesmo as da síndrome do cólon irritável”, explica detalhadamente Dra. Ana Lucia.

2014-10-13T19:54:10-03:00 13/10/2014|BEM-ESTAR, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário