Chocolate – Vilão ou mocinho?

A Páscoa está chegando e nesse momento o que todos esperam, além do feriado, é o chocolate. Odiado por nutricionistas e adorado por mulheres na TPM, conheça alguns bons motivos para apreciar “com moderação” essa deliciosa iguaria.

Derivado do cacau, o chocolate que comemos hoje leva açúcar e outros ingredientes não tão “favoráveis” à saúde. Portanto prefira os com maior concentração de cacau e menos açúcar (amargo ou meio amargo, normalmente mais escuros).

A Favor

homeopatia e saude

1 – Causa bem estar – O que as mulheres que “precisam” de um chocolate quando estão na TPM sentem quando comem é a produção da endorfina e da dopamina. Alguns cientistas afirmam que além de gostoso, o chocolate aumenta a produção dessas substancias no organismo.

2 – Coração em dia – Cientista da univerisdade de Linkoping, na Suécia, descobriram que o chocolate amargo, com mais cacau, inibi uma enzima no organismo conhecida por elevar a pressão arterial. O efeito é atribuído  aos antioxidantes catequinas e procianidinas, que são encontrados no chocolate.

Além disso, devido à alta concentração de antioxidante, que protege as células do envelhecimento causado pelos radicais livres, o chocolate reduz o risco de pessoas que já sofreram de ataques cardíacos morrer de problemas do coração. Segundo a mesma pesquisa, consumindo uma vez por semana, o risco cai quase pela metade, se consumido duas vezes por semana, o risco cai para 66%.

3 – Para futuras mamães – A universidade de Yale, nos Estados Unidos, descobriu em um estudo que as mulheres que saboreiam chocolate pelo menos 5 vezes por semana estão 40% menos propensas a desenvolver pré-eclâmpsia (hipertensão). O composto teobromina, rico na versão amarga do chocolate, pode ser o responsável pelo benefício.

4 – Beleza – Aliado da beleza, o chocolate tem alto poder de hidratação. Além disso, combate os radicais livres, evitando a oxidação das células. Por isso está presente em banhos de ofurô, massagens, máscaras e outros cosméticos.

5 – Cérebro – Um estudo em andamento da Universidade de Johns Hopkins, nos Estados Unidos está prestes a provar que o chocolate amargo pode reduzir os danos cerebrais após um acidente vascular cerebral (AVC). O responsável é um composto chamado epicatequina que protege as células nervosas.

6 – Câncer de intestino – Uma molécula presente no cacau, chamada procianidinas, possui propriedade antioxidante e serve para proteger as células das degenerações do tumor e combater o câncer de intestino também está presente no chocolate. A descoberta é dos pesquisadores da Universidade de Geogertown, nos Estados Unidos.

7 – Recuperação de desgaste físico – Leite com chocolate é a melhor opção para se recuperar de atividade física. Isso porque a quantidade de carboidratos e proteínas presentes na mistura causam o benefício necessário para a melhora do organismo. Essa descoberta foi de cientistas da Universidade do Texas, nos Estados Unidos.

8 – Alívio das dores – Um estudo da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos descobriu que chocolate pode aliviar dores. O analgésico natural provocado por comer ou beber por prazer é o responsável pelo benefício.

9 – Melhora do Fluxo Arterial – O chocolate meio amargo pode melhorar o fluxo arterial além de fazer bem à saúde cardiovascular. Isso porque diminui a tendência de coagulação das plaquetas e de obstrução dos vasos sanguíneos, além de ajudar a diminuir os níveis de LDL (colesterol ruim).

Contra

homeopatia

Mas se o consumo for exagerado, mais de 50 g por dia, pode ser prejudicial à saúde:

Aumenta o colesterol ruim e o nível de gordura no sangue

Irrita o estômago e a mucosa do intestino

Causa a sensação de estômago cheio, mas não tem os nutrientes necessários para boa alimentação

Causa irritação na pele

Causa enxaqueca

 Chocolate-Branco

E para concluir, não se engane, apesar do nome, chocolate branco não tem cacau, então nenhum dos benefícios apontados se apresenta nessa versão.

2014-04-07T17:39:52-03:00 07/04/2014|DICAS, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário