Como a Homeopatia trata a febre?

É uma pergunta que recebemos com frequência no consultório. Primeiro, precisamos entender que a febre é um sinal importante do corpo para controle de muitas situações infecciosas, seja por bactérias, vírus e fungos. Ou seja, é uma defesa do organismo, uma evolução eficaz do ser humano, explica a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

A homeopatia é uma medicina holística, que investiga o organismo como um todo é não por partes. Portanto, a homeopatia vai tratar exatamente o que está causando o sintoma, não combater a resposta do organismo que é a febre.

Sendo que os médicos homeopatas se orientam a partir das informações dadas pelos pacientes, no caso de crianças passadas pelos pais ou responsáveis.

A homeopatia investiga a causa da febre

Como a criança está? O que mudou com relação ao seu estado regular? Especialmente com relação a apetite, sede, transpiração e temperatura corporal.

Logo, o médico homeopata não se baseia na temperatura apresentada pelo termômetro, mas nas sensações que são observadas, falou a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Com todas essas informações reunidas os homeopatas conseguem indicar o medicamento homeopático mais adequado aquela situação, que está desequilibrando o indivíduo.

<<Leia também: Erros comuns quando a criança tem febre>>

Os medicamentos homeopáticos tratam várias enfermidades, não só problemas de saúde que causam febre. Por isso, é importante buscar ajuda de um médico homeopata, pois, somente ele tem o conhecimento para indicar o melhor tratamento.

Também é fundamental compartilhar todas as informações que o médico necessita, para que ele encontre o tratamento adequado. Já que o histórico de vida é essencial para determinar a origem do problema e tratar a doença.

O Blog Homeopatia e Saúde é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Para mais informações sobre homeopatia e o tratamento da febre acesse: https://bit.ly/3qSkQ8g

2022-01-24T07:48:51-03:00 24/01/2022|CRIANÇAS, HOMEOPATIA|0 Comentários

Deixar Um Comentário