Lavagem nasal: Entenda como fazer!

A lavagem nasal é um procedimento muito antigo. Desde à época dos egípcios a humanidade aprendeu a lavar suas vias nasais. Indicada para tratamento de rinossinusite crônica e rinite alérgica e também para tratar e prevenir infecções das vias aéreas.

Porque fazer a lavagem nasal

O nariz e os seios nasais do crânio e concavidades, são cobertos por uma camada de muco e cílios, que são períodos muito fininhos que produzem uma reação imunológica e ao mesmo tempo filtram e aquecem o ar antes que ele chegue aos pulmões.

<<Leia também: Autocuidado – Como você ensina isso para seus filhos?>>

Em algumas pessoas, com terreno alérgico maior, a presença de microrganismos no meio externo pode provocar uma reação orgânica desse tecido ciliar, desses pelinhos. Isso faz com o que o organismo produza um muco, que na verdade é a grande defesa do organismo para que não se contaminar, para que essas moléculas não cheguem até os pulmões. Porém ter o nariz totalmente entupido é uma situação bastante desconfortável. Por isso, o procedimento de lavagem nasal é indicado.

Como fazer a lavagem nasal:

É importante que a pessoa tome alguns cuidados básicos que a lavagem nasal ocorra de forma tranquila.

  • A água tem que ter uma temperatura amena, ideal entre 18 e 23 graus;
  • A água deve ter PH de maio ou menos 7, que é normal do nosso organismo;
  • O ideal é lavar o nariz com seringa, sem agulha, logicamente;
  • Faça uma leve pressão para que a água entre em uma narina e saia pela outra; (nesse procedimento a água ajuda a desgrudar o muco do tecido ciliar, levando para fora do corpo pela outra narina);
  • Assoe o nariz logo após a lavagem, porém sem muita força.

Como fazer a lavagem nasal em bebês:

Em bebês, use uma seringa de 1ml, com metade de solução fisiológica (soro). Fala a lavagem com leve pressão em uma narina, para sair na outra. Porém, como eles ainda não sabem assoar o nariz, é importante o uso de um aspirador nasal para finalizar a lavagem.

2022-04-18T09:20:47-03:00 11/04/2022|CRIANÇAS, DICAS|0 Comentários

Deixar Um Comentário