Obesidade – o mal do século XXI

obesidade

Responsável por mais mortes que a fome, a obesidade mata 2,8 milhões de pessoas por ano. 

Segundo dados da OMS 12% da população mundial é obesa. A obesidade é o acumulo de gordura corporal quase sempre causada pelo consumo excessivo de alimentos sem gasto energético correspondente. Suas causas estão principalmente na má alimentação, sedentarismo, ingestão abusiva de sódio, açucares e gorduras, além de fatores metabólicos, entre outros.

Ocupando o ranking de segunda maior causa de mortes evitáveis na America Latina, a obesidade é responsável pelo aparecimento de doenças como: hipertensão, diabetes, doenças cardíacas, problemas nas articulações, dificuldades respiratórias, gota, pedras na vesícula e até algumas formas de câncer.

 

O mundo é obeso?

Para ser considerada obesa, a pessoa precisa ter o IMC (Índice de Massa Corporal) igual ou maior que 30.

Ao redor do mundo todo, principalmente em países emergentes, existem casos de obesidade. No continente americano – região com maior incidência do problema –  26% dos adultos são obesos, e, aqui no Brasil, estima-se que 40% das pessoas está acima do peso, sendo que destas 10 milhões são obesas.

 

Como tratar? 

O tratamento da obesidade envolve necessariamente a reeducação alimentar, o aumento da prática de atividades físicas e, eventualmente, o uso de algumas medicações auxiliares. Dependendo da situação de cada paciente, pode estar indicado o tratamento comportamental envolvendo o psiquiatra e também o psicólogo.

Nos casos de obesidade mórbida e doenças relacionadas como diabetes e hipertensão, a cirurgia bariátrica (redução de estômago) é indicada para controle do peso.

 

Como prevenir?

Mais importante e eficaz que o tratamento é a prevenção. Opte por hábitos saudáveis e alimentação leve e fracionada. Não trate distúrbios como a ansiedade com comida. Procure sempre ajuda médica.

A prática de atividades físicas regulares e a opção por uma alimentação mais sadia livre de frituras e alimentos industrializados é a melhor forma de combate à obesidade e manutenção da saúde.

2014-03-20T20:55:04-03:00 20/03/2014|SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário