Síndrome da pessoa elástica afeta até 40% da população

homeopatia e saúdePessoas que facilmente conseguem articular o corpo e são bastante flexíveis podem receber o nome de contorcionistas pelas características que apresentam. No entanto, você sabia que isso faz parte de uma condição genética do ser humano? A síndrome das pessoas elásticas – ou Síndrome de Ehlers-Danlos (SED) -, como é conhecida, alcança em determinado grau até 40% da população. A pessoa que nasce com isso tem uma elasticidade sem demandar esforço ou qualquer tipo de treinamento. Não há membro específico, esse problema pode aparecer em qualquer parte do corpo.

Movimentos como encostar a palma da mão inteira no chão mantendo a perna esticada é algo incomum até mesmo para os mais jovens. Uma pesquisa realizada pela fisioterapeuta Neuseli Marino Lamari, da Faculdade de Medicina de Rio Preto, mostra que de 1.700 crianças com idade de 6 a 12 anos analisadas, apenas 14% conseguiam realizar essa movimentação descrita acima.

Quem é diagnosticado com essa síndrome necessita realizar uma reeducação da postura, de preferência antes dos 12 anos. Com o tratamento, a flexibilidade não é reduzida, mas o paciente aprende a lidar com isso de modo a aprender a se movimentar sem forçar o corpo, por exemplo. Essa medida evita desenvolver problemas como cervicalgia, lombalgia, escoliose, artrose, tendinite e artralgia de joelhos.

Esse é um assunto complexo, pouco conhecido pelos pediatras e que requer atenção. Se interessou e quer ler mais sobre a SED? Acesse o material selecionado pelo blog Homeopatia e Saúde: http://goo.gl/N7RsO4

o blog Homeopatia e Saúde é vinculado à Clínica Similia, do Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e da Dra. Ana Lucia Dias Paulo e tem como objetivo servir como instrumento para informar os leitores sobre diversas áreas da saúde e homeopatia.

2016-06-17T08:00:22-03:00 17/06/2016|BEM-ESTAR, DICAS, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário